Clique para ampliar

Compartilhar:

Circular Assinada pelo Presidente da Província do Mato Grosso HERMES ERNESTO DA FONSECA Datada de 13 de novembro de 1875

Circular Assinada pelo Presidente da Província do Mato Grosso HERMES ERNESTO DA FONSECA Datada de 13 de novembro de 1875

Marechal Hermes Ernesto da Fonseca, irmão de Deodoro da Fonseca  e pai de outro presidente da república, Hermes da Fonseca.

Sobre remessa de exemplares da legislação da província.

Filho mais velho de Manuel Mendes da Fonseca (1785-1859) e Rosa Maria Paulina da Fonseca (1802-1873), era irmão do marechal Deodoro da Fonseca e pai do futuro presidente da república brasileira, que lhe tinha o nome em homenagem, Hermes Rodrigues da Fonseca.

Era também irmão de Severiano Martins da Fonseca, o barão de Alagoas.

De família de militares, seguiu carreira como o pai e os seus seis irmãos, vindo a servir na Guerra do Paraguai. Após a Proclamação da República ocupava o comando das tropas do exército em Salvador. Apesar de irmão do novo presidente, demorou a aderir ao novo regime, somente aceitando-o após as notícias do embarque da família imperial brasileira para a Europa.

Foi músico amador, tendo composto músicas sacras e militares (como Polca do Regimento e a mazurca Icamacuá). Foi casado com Rita Rodrigues Barbosa da Fonseca e está sepultado no Cemitério do Caju. Presidente da Província de Mato Grosso Foi presidente da província de Mato Grosso, de 5 de julho de 1875 a 2 de março de 1878, nomeado por carta imperial de 1 de maio de 1875.

Produtos recomendados

Ofício Assinado por VISCONDE DE MONTE ALEGRE Datado de 15 de Fevereiro de 1850

Ofício Assinado por VISCONDE DE MONTE ALEGRE Datado de 15 de Fevereiro de 1850

por R$ 300,00
ou 3x de R$ 100,00 sem juros
ou R$ 270,00 por depósito bancário
Carteira de Identificação de Funcionário do JORNAL DO COMMERCIO, Caderneta Datada 18 de Maio de 1945

Carteira de Identificação de Funcionário do JORNAL DO COMMERCIO, Caderneta Datada 18 de Maio de 1945

por R$ 160,00
ou 3x de R$ 53,33 sem juros
ou R$ 144,00 por depósito bancário
Carta de Diligência De Prisioneiro Pobre Datada de  21 de Junho de 1881

Carta de Diligência De Prisioneiro Pobre Datada de 21 de Junho de 1881

por R$ 300,00
ou 3x de R$ 100,00 sem juros
ou R$ 270,00 por depósito bancário
Sobre nós

CASA DO VELHO acredita que valorizar os objetos de nossos antepassados é contribuir para preservar nossa história. É cultivando as lembranças da infância, dos itens que marcaram época, dos objetos inusitados que nos conectamos à nossa própria história

Pague com
Facebook
Newsletter

Assine nossa mala direta e receba muitas ofertas por e-mail.

Loja segura
Siteseal