Clique para ampliar

Compartilhar:

Máscara MARIWIN O Espirito da Floresta, ORIGINAL Povo Indígena MATIS, Habitantes do Sudoeste do Estado do Amazonas

Máscara MARIWIN O Espirito da Floresta, ORIGINAL Povo Indígena MATIS, Habitantes do Sudoeste do Estado do Amazonas

Feita em Argila 

Medindo 25cm.

Os Matis, autodenominados Mushabo ou Deshan Mikitbo, são um grupo indígena falante de uma língua Pano que habita o sudoeste do estado brasileiro do Amazonas, nas proximidades da fronteira do Brasil com o Peru. O nome "matis" foi dado por não índios a um grupo que se autodenominava matses. O nome "matis" foi dado por não índios a um grupo que se autodenominava matses. Matses é, também, a autodenominação de um outro povo cultural e linguisticamente muito próximo aos Matis: os Matsés ou Mayoruna. Isto porque a palavra significa "ser humano" ou "pessoa", podendo, também, ser utilizada para designar o conjunto de parentes de um indivíduo.

Os Mariwin são espíritos que vivem nas rocas e crescem nas palmeiras nas antigas aldeias. Esses espíritos se comunicam com os homens através de mímicas e sons guturais. Os mariwin são um modelo estético e moral para os índios matis. Eles se adornam com ossos e pequenas varetas que furam a pele da bochecha, lábios inferiores e nariz e fincam pequenas agulhas feitas de cascas de palmeiras.

Os matis são os únicos povos indígenas brasileiros que fazem máscaras de cerâmica

No final dos anos 1970, época dos primeiros contatos dos matis com não índios, o grupo era constituído por centenas de pessoas. Em 1983, eram apenas 87 indivíduos. Nesse período, foram duramente atingidos por várias epidemias que se espalharam pela região, afetando especialmente crianças e idosos. Os sobreviventes, traumatizados, reagruparam-se em torno do Posto da Fundação Nacional do Índio (FUNAI) às margens do rio Ituí, em busca de remédios. Passado alguns anos, as roças começaram a produzir normalmente, alguns rituais ressurgiram e houve um aumento populacional significativo. Atualmente, os Matis não vivem mais em uma única aldeia e, assim, retomam, de modo tímido, o antigo padrão de ocupação territorial dispersa. Segundo a Fundação Nacional de Saúde, em 2010, a população Matis era constituída por 390 indivíduos.

Os Matis colaboraram com a FUNAI na frente de atração dos Korubo e, até hoje, são os principais tradutores e intermediários entre os Korubo e os não índios. Em 2014/2015, no entanto, um conflito entre os matis e os corubos resultou na morte de dois matis e sete a quinze corubos.

Em dias de festa, índios matises fazem o ritual de acabar com a “panema” (preguiça) e espantar os maus espíritos. Eles dão varadas nas costas, nos braços e nas pernas de crianças e adultos. O espiríto da floresta, assombra crianças.

 

https://pt.wikipedia.org/wiki/Matis

https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Matis

 

 

Produtos recomendados

JORGE MALTIEIRA Forte de São Mateus do Cabo Frio, Aquarelado Sobre Papel, Ano 1953

JORGE MALTIEIRA Forte de São Mateus do Cabo Frio, Aquarelado Sobre Papel, Ano 1953

por R$ 960,00
ou 3x de R$ 320,00 sem juros
ou R$ 864,00 por depósito bancário
Escultura Representando CAVALO MARINHO em Madeira

Escultura Representando CAVALO MARINHO em Madeira

por R$ 50,00
ou 3x de R$ 16,67 sem juros
ou R$ 45,00 por depósito bancário
Poster do Filme DRACULA  Reimpressão Medindo 80cm, Licenciado e Limitado do Clássico de 1931

Poster do Filme DRACULA Reimpressão Medindo 80cm, Licenciado e Limitado do Clássico de 1931

por R$ 500,00
ou 3x de R$ 166,67 sem juros
ou R$ 450,00 por depósito bancário
Taxidermia de PERDIZ (Rhynchotus Rufescens) Fabricada Pela Empresa LEDOT de Paris,  Século XIX

Taxidermia de PERDIZ (Rhynchotus Rufescens) Fabricada Pela Empresa LEDOT de Paris, Século XIX

por R$ 3.800,00
ou 3x de R$ 1.266,67 sem juros
ou R$ 3.420,00 por depósito bancário
Sobre nós

CASA DO VELHO acredita que valorizar os objetos de nossos antepassados é contribuir para preservar nossa história. É cultivando as lembranças da infância, dos itens que marcaram época, dos objetos inusitados que nos conectamos à nossa própria história

Pague com
Facebook
Newsletter

Assine nossa mala direta e receba muitas ofertas por e-mail.

Loja segura