Clique para ampliar

Compartilhar:

Carteira de Sócio Contribuinte do BOTAFOGO FOOTBALL CLUB do Renomado Cirugião RENATO PACHECO FILHO Rio de Janeiro 16 de Março de 1927

Carteira de Sócio Contribuinte do BOTAFOGO FOOTBALL CLUB do Renomado Cirugião RENATO PACHECO FILHO

Rio de Janeiro 16 de Março de 1927

 

 

 

Prêmio RENATO PACHECO FILHO da CBC Colégio Brasileiro de Cirurgiões e concedido anualmente a trabalhos na área da Cirurgia elaborado por residente, com no máximo cinco anos de formado.

RENATOPACHECO FILHO

Nasceu em 1910, no Rio de Janeiro. Seu pai, Renato Pacheco, foi um importante líder médico, tendo atuado no Sindicato Médico Brasileiro nas décadas de 1930 e 1940 no campo esportivo foi o 9º presidente da Confederação Brasileira de Futebol entre os anos de 1927 e 1933 e o responsável por levar o Brasil para a primeira Copa do Mundo no Uruguai em 1930.

Renato Pacheco Filho ingressou na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1926, tendo concluído seu curso em 1931. Em sua passagem pela faculdade, foi estagiário na Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro, no Serviço de Cirurgia do professor Augusto Paulino, em 1927 e interno voluntário da cadeira de propedêutica médica no Hospital São Francisco de Paula, no Serviço do professor Rocha Vaz, em 1929. Apesar de ter tido experiência na área da saúde pública, ainda como estudante, participando da campanha antivariólica de 1929 a 1930 como auxiliar acadêmico do Departamento de Saúde Pública, não abandonou a sua opção pela formação de cirurgião.

Desta forma, tornou-se interno efetivo da cadeira de clínica cirúrgica da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, sob o comando do professor A. Figueiredo Baena, de 1930 a 1931. Depois de formado, entre os anos de 1931 e 1934, continuou trabalhando com assistente do professor Figueiredo Baena, tanto no Hospital São Francisco de Assis quanto na Santa Casa da Misericórdia. Entretanto, a maior parte da vida profissional de Renato Pacheco foi desenvolvida no Serviço de Assistência Pública do Distrito Federal, onde foi nomeado cirurgião auxiliar em 1933. Como médico da Assistência Pública do Distrito Federal, trabalhou de 1933 a 1936, em 1938 e de 1940 a 1952, no Hospital Souza Aguiar, onde se aposentou como chefe de cirurgia.

Em 1936, foi cirurgião do Hospital Rocha Faria, localizado em Campo Grande. Trabalhou também como cirurgião do Hospital Paulino Werneck de 1936 a 1937. Durante os anos de 1937 e 1938, atuou como chefe de clínica do Serviço de Cirurgia do Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes. Em 1938, atuou como cirurgião do Hospital Getúlio Vargas, hospital que viu ser inaugurado. Trabalhou ainda como cirurgião do Dispensário do Méier de 1939 a 1940. Foi também responsável, como redator, pela publicação da Revista Médica Municipal de 1940 a 1943. Foi presidente do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, no biênio 1955-1957. Durante sua atuação no Colégio Brasileiro de Cirurgiões esta entidade experimentou um considerável crescimento. Por sua iniciativa, o Colégio deixou de ser uma entidade fechada, democratizando-se.

Ao invés de ter apenas sua sede no Rio de Janeiro foram estabelecidos também várias representações em todo o território nacional. Participou da Associação Médica Brasileira (AMB), tendo feito parte de seu Conselho Deliberativo no período de 1957 a 1959. Teve também destacada atuação como membro da Associação Médica do Distrito Federal, tendo ocupado, entre outros cargos, o de presidente. Sua gestão à frente da Associação Médica do Distrito Federal (AMDF), entre 1957 e 1959, coincidiu com o momento de aprovação do novo Código de Ética Médica e com a redefinição administrativa dos Conselhos de Medicina, que se transformaram em autarquias com autonomia administrativa e financeira (Decreto-Lei n° 3.268/57).

http://basearch.coc.fiocruz.br/index.php/renato-pacheco-filho

Produtos recomendados

Frasco do Cosmético CREME SIMON França, Final do Século XIX

Frasco do Cosmético CREME SIMON França, Final do Século XIX

por R$ 100,00
ou 3x de R$ 33,33 sem juros
ou R$ 90,00 por depósito bancário
Carteira do IGC Iate Golfe Clube de BH Assinada Pelo Prefeito JUSCELINO KUBITSCHEK Ano 1943

Carteira do IGC Iate Golfe Clube de BH Assinada Pelo Prefeito JUSCELINO KUBITSCHEK Ano 1943

por R$ 2.200,00
ou 3x de R$ 733,33 sem juros
ou R$ 1.980,00 por depósito bancário
Sobre nós

CASA DO VELHO acredita que valorizar os objetos de nossos antepassados é contribuir para preservar nossa história. É cultivando as lembranças da infância, dos itens que marcaram época, dos objetos inusitados que nos conectamos à nossa própria história

Pague com
Facebook
Newsletter

Assine nossa mala direta e receba muitas ofertas por e-mail.

Loja segura