Clique para ampliar

Compartilhar:

COTIDIANO Ferro de Passar FERRO FUNDIDO Modelo Chaminé ESCRAVAS DOMÉSTICAS

Ferro de Passar FERRO FUNDIDO Modelo Chaminé

O ferro de passar roupa na forma mais parecida com o que temos hoje, tem suas primeiras referências a partir do século XVII, quando o ferro a brasa passou a ser usado por uma escala maior de pessoas.

No período da escravidão no Brasil, africanos escravizados e seus descendentes foram os principais responsáveis pela realização de trabalhos que estão na base da sociedade brasileira tal como ela é hoje. A agricultura, a pecuária e a mineração desde o princípio foram fortemente marcadas pela mão africana e depois pela mão afrobrasileira. Você já pensou a respeito de como esses trabalhos eram realizados? Já refletiu sobre as tecnologias utilizadas para plantar, colher, processar a cana-de açúcar e o café, por exemplo? E quanto à extração e tratamento do ouro e das pedras preciosas? E as complicadas roupas utilizadas por homens e mulheres nos tempos do Império: como vestimentas cheias de pregas e babados eram lavadas, secas e passadas? Além da mão humana, imagine a quantidade de ferramentas e instrumentos que foram necessários nesse período da história.

Inspirado na exposição Design e Tecnologia no Tempo da Escravidão

No século XIX surgiram outras variedades desse instrumento, como o ferro de lavadeira, o de água quente, a gás e a álcool. Em 1882, o americano Henry W. Seely criou a patente do ferro de passar elétrico, algum tempo depois em 1926 mais precisamente, surgiu o ferro a vapor.

ESCRAVAS DOMÉSTICAS

Compreender as funções desempenhadas dentro das casas dos senhores é desuma importância para a apreensão da dinâmica de interação de senhoras, senhores eescravos. Os cuidados com o lar foram uma das mais antigas e disseminadas formasde utilização da mão de obra escrava no Brasil, principalmente durante o Império, sendoos ofícios domésticos aqueles responsáveis por englobar principalmente mulheresnegras e, ainda, ex-escravas no período pós-abolição. Neste contexto, com aintensificação do tráfico Atlântico de africanos na primeira metade do século XIX, cresceuo uso da mão de obra escrava em tarefas domésticas (FARIAS, 2007, p. 123).

Destaca-se que neste setor de serviços domésticos abrange -se tanto tarefas decasa como cozinhar, limpar, engomar, costurar, jardinar, confeccionar utensílios de usodiário e cuidar de bebês e crianças, quanto tarefas externas que importassem aossenhores como acompanhar as sinhás em passeios públicos, transportar pessoas,despejar dejetos humanos em valas e rios, comprar e servir mantimentos, tudo que fossedestinado à manutenção das famílias e em seu entorno.

 

Fonte: https://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:FZ0JrxDIiXkJ:https://semanaacademica.org.br/system/files/artigos/semana20academica20-20escravas20domesticas.pdf+&cd=11&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br

Produtos recomendados

Atestado de Óbito de ESCRAVO Datado de 19 de Janeiro de 1866

Atestado de Óbito de ESCRAVO Datado de 19 de Janeiro de 1866

por R$ 500,00
ou 6x de R$ 83,33 sem juros
ou R$ 450,00 por depósito bancário
ALGEMA DE PUNHOS Utilizada em PRISIONEIROS e ESCRAVOS Original do Século XIX

ALGEMA DE PUNHOS Utilizada em PRISIONEIROS e ESCRAVOS Original do Século XIX

por R$ 2.500,00
ou 6x de R$ 416,67 sem juros
ou R$ 2.250,00 por depósito bancário
 JORNAL DO COMMERCIO n°280 Ano XIX Edição Completa e ORIGINAL de Segunda-Feira, 21 de Outubro de 1844

JORNAL DO COMMERCIO n°280 Ano XIX Edição Completa e ORIGINAL de Segunda-Feira, 21 de Outubro de 1844

por R$ 450,00
ou 6x de R$ 75,00 sem juros
ou R$ 405,00 por depósito bancário
Sobre nós

Somos a Casa do Velho e desde 2014 buscamos oferecer para amigos e clientes, objetos antigos, colecionáveis e decorativos, buscando sempre itens singulares e excêntricos para sua casa, coleção ou cenário.

Pague com
Newsletter

Assine nossa mala direta e receba muitas ofertas por e-mail.

Loja segura